O que já sabemos sobre o novo Corolla

Aliás, o modelo híbrido mostrado nos Estados Unidos cederá o visual para as versões brasileiras. Em outros mercados, o sedã tem pequenas mudanças nos para-choques de acordo com a versão.


O modelo usará plataforma TNGA pela primeira vez. É a mesma do Prius. Ela permite a modularidade que o sedã vai precisar, já que ele continuará com a sua versão a combustão, e terá a híbrida também.


O novo Corolla será equipado com a nova geração do motor 2.0 aspirado, trabalhado para render mais com o câmbio CVT, que receberá um ajuste esportivo, com as marchas baixas mais curtas. Haverá também, no Corolla brasileiro, a tecnologia híbrida Flex, já em testes.



Sob o capô estará o 1.8 quatro cilindros que, junto do motor elétrico, renderá uma potência combinada de 125 cv. O consumo, já fechado em testes, é de 17,5 km/l com etanol. A previsão é de que o modelo chegue às lojas do País no fim de agosto de 2019.


Além da motorização do Prius, a plataforma TNGA vai dar mais espaço para o Corolla. Embora tenha mantido o entre-eixos de 2,70 metros do carro atual, o Corolla 2020 é ligeiramente menor que o antecessor. No entanto, as bitolas dianteira e traseira ficaram mais largas. Entre as maiores mudanças está a adoção da suspensão traseira independente, ante o eixo de torção usado no carro atual.


Corolla terá motores melhorados


Os Corolla de topo também ganharão um novo 2.0 de 173 cv acoplado a um câmbio CVT capaz de simular até dez marchas para trocas manuais. As demais versões continuarão com o 1.8 a gasolina, que passará por modificações. Atualmente, apenas a versão de entrada GLi usa o 1.8 que rende 144 cv. O 2.0 dos XEi, XRS e Altis entrega 153 cv.


Por dentro, a nova geração deverá dar um salto grande em relação ao atual. A versão americana terá itens como monitores de ponto cego, alerta de colisao iminente e monitor de faixa de rolamento em todas as versões. Ainda não se sabe se o pacote de itens de segurança será oferecido por aqui.


O sedã também ganhou uma nova central multimídia com telas de sete ou oito polegadas de acordo com a versão. Além de um sistema mais moderno, deverá, finalmente, ser compatível com CarPlay e Android Auto.

  • Fonte: Jornal do Carro /
  • Autor: Crédito: Toyota/ Divulgacao /
  • Data: 18 janeiro 2019
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS