Novo Chevrolet Tracker 2020 tem preço a partir de R$ 82 mil

Um dos pontos fortes do Tracker 2020 salientados pela Chevrolet é o consumo dos motores. Os dados do programa de etiquetagem do Inmetro revelam mesmo ótimas médias. O 1.0 manual faz 13,0 km/l e 14,8 km/l (urbano/rodoviário) com gasolina e 9,0 km/l e 10,4 km/l (urbano/rodoviário) com etanol.


Já o 1.0 AT faz 11,9 km/l e 13,7 km/l (urbano/rodoviário) com gasolina e 8,2 km/l e 9,6 km/l (urbano/rodoviário) com etanol. O 1.2, apesar de ser bem mais potente, surpreende ainda mais pelas médias bem parecidas com as do 1.0, com 11,2 km/l e 13,5 km/l (urbano/rodoviário) com gasolina e 7,7 km/l e 9,4 km/l (urbano/rodoviário) com etanol.O novo Tracker tem 4,27 metros de comprimento, 1,79 metro de largura, 1,62 metro de altura e 2,57 metros de distância entre-eixos. Já o porta-malas tem 393 litros no total, cerca de 40 litros a menos que seus concorrentes mais fortes.


São sete as cores disponíveis e a lista de equipamentos se parece muito com a do novo Onix. O Tracker tem de série seis air bags, sistema MyLink multimídia com tela de oito polegadas e wi-fi, com pacotes que permitem conectar até sete aparelhos com planos de dados de 2GB por R$ 29,90, 5GB por R$ 39,90, 10 GB por R$ 59,90 e 20 GB por R$ 84,90.


Nas versões de topo, o SUV tem controles eletrônicos de estabilidade e tração, alerta de colisão frontal com frenagem de emergência e de ponto cego e assistência de partida em rampa. E mais teto solar panorâmico, câmera de ré, estacionamento automático, acendimento automático dos faróis, ar-condicionado digital de duas zonas, partida sem chave e o já famoso carregamento de celular por indução.

  • Fonte: Jornal do Carro /
  • Autor: Redacao /
  • Data: 16 março 2020
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS