Mercedes e BMW terão carro autônomo em 2024

Para tanto, as duas marcas vão compartilhar 1.200 especialistas, em times mistos baseados no centro de desenvolvimento de autônomos da BMW em Munique. As equipes também usarão dois centros de testes da Mercedes-Benz. As turmas vão trabalhar em sistemas de assistência ao motorista, sensores e um centro de armazenamento de dados e processamento de software.


Em 2021, a BMW deve lançar um modelo nível 3 de automação. A Daimler e a Bosch trabalham juntas num programa de condução autônoma urbana que deve chegar às ruas ainda em 2019. Além dos futuros carros nível 4, as duas marcas também trabalham em táxis autônomos para cidades.


Chegar ao nível quatro em cinco anos é considerado um desafio por especialistas. As frabricantes terão que solucionar falhas importantes na tecnologia e convencer compradores de sua segurança. A Tesla vem promovendo o uso da condução semi-autônoma em seus modelos, mas acidentes vem depondo contra a confiança na tecnologia.


Os sistemas atuais ainda são incapazes de realizar operações simples de forma repetida. Muitos sensores e câmeras ainda não conseguem distinguir imagens espelhadas ou reconhecer pedestres numa rua, por exemplo.


Rivais contra a Audi


Por enquanto, apenas a Audi tem tecnologia autônoma de nível 3, lançada na nova geração do A8. O modelo, que esteve no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro, será lançado no Brasil neste ano.


BMW e Mercedes, assim como a Volvo, ainda estão no nível 2 de automação. No caso da sueca, essa tecnologia está presente em todos os modelos vendidos no Brasil – até no de entrada, XC40.

  • Fonte: Jornal do Carro /
  • Autor: Redacao /
  • Data: 08 julho 2019
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS