elétrico com design futurista foi exibido pela montadora chinesa IM Motors no tradicional Festival de Velocidade de Goodwood, na Inglaterra. Além de inovações para aumentar o espaço na cabine, o veículo chamou a atenção porqu" /> elétrico com design futurista foi exibido pela montadora chinesa IM Motors no tradicional Festival de Velocidade de Goodwood, na Inglaterra. Além de inovações para aumentar o espaço na cabine, o veículo chamou a atenção porqu" /> Marca chinesa apresenta carro elétrico que “purifica o ar” em movimento - NX Motors

Marca chinesa apresenta carro elétrico que “purifica o ar” em movimento

 


Um purificador de ar ambulante


Conforme explica Heatherwick, a grade frontal do Airo possui um filtro de ar que é capaz, assim, de coletar “uma bola de tênis” em partículas de sujeira ao longo de um ano. O veículo surgiu pela primeira vez em abril, no Salão do Automóvel de Xangai, na China.


“Isso pode não parecer muito, mas pense em uma bola de tênis em seus pulmões. Isso está contribuindo para limpar o ar. E com um milhão de veículos somente na China, isso se soma”, comentou o designer sobre o impacto ambiental do carro à rede BBC.


O veículo tem um exterior ondulado, para refletir o fluxo de ar, mas pode passar por alterações antes de chegar às lojas. “A ideia é que não seja um carro-conceito, por isso estamos trabalhando com um fabricante. E focamos tudo nas ideias que podem acontecer”, falou Heatherwick.


Interior é uma sala de estar


Outra tração no carro da IM Motors é o espaço interno. O Airo tem um grande teto de vidro e uma cabine que se parece com uma sala de estar, com cadeiras modulares que podem virar camas, bem como uma mesa central que pode servir para reuniões ou refeições.


O volante é retrátil e se esconde no painel, afinal, o Airo vai oferecer tanto o modo autônomo, quanto para um motorista humano.


“A pandemia da Covid-19 levantou a crise de espaço. Muitos de nós moramos em apartamentos e casas. E precisamos de mais espaço, um escritório. Com um bilhão de carros no mundo, que rodam apenas 10% do tempo, há espaço para eles se tornarem bens imóveis valiosos. O carro se torna um espaço comum quando não está em trânsito”, vislumbra Heatherwick.


Segundo o designer, a IM Motors o contratou justamente por não ter experiência em carros. Heatherwick foi projetista no Google, na Califórnia, e do icônico ônibus londrino, Routemaster.


Capacidade de limpeza é modesta


O impacto do carro para o meio ambiente não deve ser expressivo. É o que pensa Peter Wells, professor de negócios e sustentabilidade em indústria automotiva da Cardiff Business School. “A contribuição desse carro para a limpeza do ar em nossos centros urbanos poluídos seria tão pequena, que é impossível medir”, considera Wells.


Não consigo ver como este carro pode dar uma contribuição significativa para resolver os muitos problemas associados à propriedade. E ao uso do carro. Isso fica imediatamente evidente se compararmos o volume de ar que provavelmente passará pelo sistema de filtragem do carro, com o volume total de ar”, afirmou Wells.


O cientista da Cardiff Business Schoop acredita que a transição entre projeto e produção final do IM Airo deve gerar um carro mais prático, econômico e capaz de ser feito em larga escala



Um carro elétrico com design futurista foi exibido pela montadora chinesa IM Motors no tradicional Festival de Velocidade de Goodwood, na Inglaterra. Além de inovações para aumentar o espaço na cabine, o veículo chamou a atenção porque, segundo o seu projetista, o designer britânico Thomas Heatherwick, o modelo é capaz de “limpar o ar” em movimento


Chamado de Airo, o carro ecológico da IM Motors tem planos ambiciosos. O modelo, então, pode ser feito na China a partir de 2023, com um milhão de unidades chegando ao mercado por ano ao preço de cerca de 40 mil libras (o equivalente a R$ 291 mil, sem taxas).


 



 


  • Fonte: Jornal do Carro /
  • Autor: Luis Filipe Santos /
  • Data: 15 julho 2021
COMPARTILHE
NAS REDES SOCIAIS

MAIS NOTÍCIAS